Brasil - Bélgica: talento e arte à solta em Kazan

EPA/GEORGI LICOVSKI
 06 de julho de 2018

Apenas por uma vez, Brasil e Bélgica se defrontaram num Mundial de futebol. Foi em 2002, no Japão, com vitória para os canarinhos, por 2-0 (golos de Ronaldo e Rivaldo), no primeiro jogo a eliminar na caminhada para o título da então seleção de Scolari.

Dezasseis anos depois, as duas seleções voltam a encontrar-se, desta vez numa fase mais adiantada na prova e com ambições mais repartidas. Se o Brasil é candidato a ganhar o Mundial, sendo mesmo apontado como o principal favorito, a Bélgica tem sido muito elogiada pela crítica, como consequência da qualidade de jogo, reforçada com o estatuto de melhor ataque da prova (12 golos em 4 jogos) e com o pleno de vitórias.

 

 

O jogo desta sexta feira é também um quase made in england. São 16 os jogadores da Premier League que vão entrar na ficha de jogo, com cruzamentos bem interessantes: Wiiliam vs Courtois e Hazard (Chelsea); Gabriel Jesus, Danilo, Fernandinho e Ederson vs Kompany e De Bruyne (City); Firmino vs Mignolet (Liverpool). Mas há também outros duelos neste reencontro: Coutinho vs Vermaelen (Barcelona); Thiago Silva, Neymar e Marquinhos vs Meunier (PSG).

Privado de Casemiro (castigado), o Brasil deve apostar em Fernandinho para a posição central do meio campo, perante uma Bélgica que sofreu golos da Tunísia, Panamá e Japão (só com Inglaterra terminou com a baliza a zero) e tem na figura do adjunto Thierry Henry parte da receita para vencer o Brasil, tal como em 1998.

 

 

Quartos de final, 06/Julho, 19h00, Kazan

Árbitro: Mirolad Mazic (SER)

BRASIL - Ederson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Felipe Luís; Paulinho, Fernandinho e Coutinho; William, Gabriel Jesus e Neymar.

BÉLGICA - Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, De Bruyne e Chadli; Mertens, Lukaku e Hazard.

 

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 

Mais Notícias

Segue-nos

bla bla

911911978