Inéditos e reedições marcam a rentrée do Grupo BertrandCírculo

AB
 02 de setembro de 2021

Francisco Louçã, Eric Frattini, Seb Falk, Beatrix Potter, V. S. Naipaul, Jorge Luis Borges, Claudio Magris, António Raminhos, Inês Maria Meneses, Stephen King, Margaret Atwood, James Rollins, Jeffrey Archer e  Miguel Esteves Cardoso estão entre os autores publicados até ao final do ano.

A ficção estrangeira da Bertrand Editora arranca em setembro com "A Baleia no Fim do Mundo", de John Ironmonger, autor inédito no nosso país. Fenómeno de vendas internacional, um livro que o Financial Times classificou como "divertido, inspirador, maravilhoso".

Neste mês de setembro são ainda publicadas as reedições de "O Ano do Dilúvio", de Margaret Atwood (segundo volume da trilogia distópica MaddAddam), e de "A História de Lisey", de Stephen King, que se baseia na série disponivel em streaming na Apple TV+, protagonizada por Julianne Moore e Clive Owen, e , por fim, a novidade "Acesso Ilimitado", primeira coletânea de ficção curta de James Rollins, que reúne doze histórias emocionantes que aprofundam os caminhos. Segundo o The New York Times, "Rollins é aquilo que um leitor poderia esperar se lançasse Michael Crichton e Dan Brown no interior de um acelerador de partículas".

Em outubro, a Bertrand Editora regressa com o romance "Vencedores" de Danielle Steel. Da 'Rainha do Suspense', Mary Higgins Clark, chega às livrarias também neste mês "O Último Beijo", um thriller inovador, corajoso e absolutamente atual, um jogo de poder e confronto entre vítimas de assédio e abusadores nos corredores surdos de uma estação de televisão – e um só objetivo: expor a verdade.

Ainda em outubro, o romance histórico "O Primeiro Amor de Dom Carlos", de Maria João Fialho Gouveia, conta-nos a história da paixão avassaladora entre Dom Carlos, futuro rei de Portugal, e Amapola, uma fidalga luso-galega de estatuto mediano. Depois do seu desvario, cada um seguiu o seu caminho. Mas… estará o seu grande amor esquecido? 

"Nem Um Tostão a Mais, Nem Um Tostão a Menos" é um dos títulos mais aguardados pelos leitores de Jeffrey Archer e que a Bertrand Editora publicará no mês de novembro. Trata-se do primeiro romance que Jeffrey Archer escreveu, publicado originalmente em 1976. "Tempo de Clemência", de John Grisham, é outra das novidades na ficção estrangeira. De Jodi Picoult, a Bertrand Editora publicará "No Seu Mundo". Um romance que revela como o síndrome de Asperger, pode deixar uma criança isolada e à mercê da opressão e discriminação social. 

No momento em que é urgente preservar e promover o Serviço Nacional de Saúde, "O Negócio da Saúde", do médico Bruno Maia, expõe os mecanismos pelos quais a medicina privada em Portugal cresceu graças ao SNS. "Manual de Economia Política", de Francisco Louçã e Mariana Mortágua, é um livro de economia plural, que enquadra historicamente os principais contributos dos economistas clássicos e das correntes críticas dos sécs. XX e XXI, para melhor compreendermos a mutação que a ciência económica hoje atravessa. São as apostas de não ficção da Bertrand Editora para setembro.

A busca inacabada por uma teoria de tudo e o futuro da física é a proposta que Michio Kaku escreve com clareza e entusiasmo no livro "A Equação Divina", que chega às livrarias em outubro. "Ahnenerbe: Os Cientistas de Hitler", de Eric Frattini, mostra-nos o que representava este departamento das SS criado por Himmler.

Grande destaque na não ficção portuguesa no mês de outubro é "As Melhores Crónicas de Amor", de Miguel Esteves Cardoso, uma nova compilação de crónicas sobre os primeiros amores, as paixões, os namoros, os ciúmes, os casamentos, os piropos, a tristeza, o ódio, as almas gémeas ou, simplesmente, sobre o amor. 

A Temas e Debates abre a rentrée literária com a publicação de "Condenação – A Política da Catástrofe", um livro onde o historiador Niall Ferguson, considerando o annus horribilis de 2020 numa perspetiva histórica, explica a razão pela qual a experiência não nos preparou melhor para enfrentar as catástrofes. 

"Guerra – Como Moldou a História da Humanidade", de Margaret MacMillan, é outra das novidades de setembro. O instinto de lutar poderá ser inato à natureza humana, mas a guerra – violência organizada – acontece na sociedade organizada. A guerra moldou a História da Humanidade, as suas instituições sociais e políticas, valores e ideias. Neste livro, a professora e historiadora apresenta a sua visão pessoal da guerra como uma componente essencial da Humanidade.

O novo livro de Mariana Mazzucato chega às livrarias nacionais com a chancela Temas e Debates a 23 de setembro. Em "Economia de Missão", a economista influente no panorama internacional e autora multipremiada faz uma crítica implacável e muito necessária ao capitalismo atual, na qual defende que, para solucionar as crises maciças que nos ameaçam, precisamos de ser inovadores, de fazer uso de um pensamento colaborativo, com espírito de missão, ao mesmo tempo que é necessário redefinirmos a relação entre os sectores público e privado, para que não se resuma à partilha dos riscos, mas também à partilha dos lucros.

"Um Dia Chegarei a Sagres", o tão aguardado novo romance de Nélida Piñon, é uma das novidades de outubro da Temas e Debates. Uma viagem ao Portugal do século XIX, uma declaração de amor ao Navegador e ao verbo de Camões, à pátria portuguesa, à língua portuguesa. 

São três as grandes novidades do Círculo de Leitores entre setembro e novembro.
O thriller "Procurem Por Mim", de Lisa Gardner, promete. Publicado pelo Círculo de Leitores é uma história cujo local do crime é o lar de uma família e em que quatro membros dessa família são assassinados… mas existe um quinto elemento, que se encontra desaparecido. 

Numa altura em que se assinalam os 700 anos da morte de Dante (1265-1321), a Quetzal prepara a publicação em setembro de dois títulos que exaltam a vida do poeta: a muito aguardada biografia "Dante. Uma Vida", de Alessandro Barbero, com tradução para português de Artur Guerra e José Colaço Barreiros, e a  tradução de Vasco Graça Moura de A Vida Nova, de Dante Alighieri, que chega às livrarias em edição bilingue: italiano e português.

Por Carlos Ascenso André, chega "A Eneida" de Virgílio Adaptada para Jovens em prosa, com linguagem simples e acessível a todos. De V. S. Naipaul, chega "Um Caminho no Mundo", um retrato de indivíduos apanhados na correnteza da História. 

Outubro na Quetzal traz a edição bilingue e comentada das Bucólicas, o primeiro grande poema de Vergílio, com tradução, introdução e notas de Frederico Lourenço. "Tempo Curvo" em Krems é o título de Claudio Magris que fica disponível em novembro. 

Em setembro, a Contraponto dá especial enfoque à área da saúde com o livro "O Médico da Casa — Os Melhores Conselhos para uma Vida Longa e Saudável", de José Carlos Almeida Nunes. Trata-se de um manual prático que pretende travar o agudizar das doenças que mais afetam os portugueses e que se agravaram com a pandemia. 

A atenção dada à saúde mantém-se ainda em outubro, com a publicação do livro "A Fábrica de Cretinos Digitais – Os perigos dos ecrãs para os nossos filhos", de um dos mais prestigiados neurocientistas franceses, Michel Desmurget. 

A Pergaminho estreia-se na rentrée com a publicação do novo livro de Gustavo Santos, "Casa", um romance espiritual que nos leva a viajar no tempo, pelos quatro cantos do mundo, numa travessia sem ponto de partida nem chegada. Do autor do bestseller mundial "O Homem em Busca de Um Sentido", Viktor E. Frankl, chega às livrarias nacionais em setembro o livro "Dizer Sim à Vida Apesar de Tudo", que reúne três palestras dadas por Frankl após a sua libertação de Auschwitz. 

O Grupo BertrandCírculo é composto pela Bertrand Editora, Quetzal, Temas e Debates, Círculo de Leitores, Contraponto, Pergaminho, ArtePlural, GestãoPlus, Verso de Kapa e 11x17.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978