Marcelo lamenta morte de Armando Gama

MÁRIO CRUZ / LUSA
 17 de janeiro de 2022

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte do cantor e compositor Armando Gama, também produtor, recordando o seu êxito 'Esta Balada Que Te Dou', com a qual venceu o Festival da Canção em 1983.

Armando Gama morreu hoje de madrugada, aos 67 anos, no Instituto Português de Oncologia (IPO), em Lisboa, onde se encontrava internado.

Numa mensagem de pesar publicada no sítio oficial da Presidência da República na internet, o Chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, apresenta condolências à família de Armando Gama.

Leia também

Na nota, refere-se que Armando Gama, "nascido em Luanda, veio para Portugal em 1974, tornando-se uma figura do rock progressivo com os Tantra".

"Produziu discos de diversos artistas da música popular portuguesa e gravou, em duo ou a solo, alguns êxitos, dos quais lembraremos sobretudo 'Esta balada que te dou', canção que escreveu e interpretou, e com a qual venceu o Festival da Canção em 1983", acrescenta-se.

Armando Gama nasceu em 01 de abril de 1954, em Luanda, e iniciou o percurso musical cedo, começando a tocar harmónica em família em 1959.

Em 1983, venceu o Festival RTP da Canção com "Esta balada que te dou”, de sua autoria, com orquestração de Mike Sergeant, que representou Portugal no Festival da Eurovisão, realizado em Munique, na Alemanha, tendo ficado em 13.º lugar.

A canção foi editada em 17 países e alcançou o 'top' de vendas, entre outros países, na Bélgica. Em Portugal, vendeu 80 mil exemplares.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978