PGR abre inquérito à morte da criança de seis anos

Pixabay
 18 de janeiro de 2022

A Procuradoria Geral da República (PGR) instaurou um inquérito à morte da criança de seis anos que morreu em paragem cardiorrespiratória, no domingo no Hospital de Santa Maria em Lisboa. 

Fonte da PGR confirma a instauração de inquérito que corre termos no DIAP de Lisboa. Este tipo de inquérito é aberto sempre que existem mortes sem motivo aparente.

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) anunciou ontem que um menino de seis anos com teste positivo para SARS-CoV-2 morreu no domingo no Hospital Santa Maria e que as causas da morte estão a ser analisadas.

O centro hospitalar afirmou, em comunicado, que a criança deu entrada no Hospital de Santa Maria no sábado com “um quadro de paragem cardiorrespiratória”.

“A criança tinha a primeira dose da vacina contra a covid-19, tendo o CHULN notificado o caso ao Infarmed e à Direção-Geral da Saúde”, refere o comunicado.

O jornal Expresso adianta que "o menino, sem histórico de doenças, deu entrada na Urgência durante a tarde de sábado sem sinais de batimento cardíaco e de respiração e, ao ser entubado para reanimação, apresentou vestígios de vómito e de engasgamento, aparentemente por comida. Mas o achado clínico está por explicar".  

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978