Gasolina em Portugal 17 cêntimos/litro mais cara do que média da UE no 4.º trimestre

 07 de fevereiro de 2022

O preço médio de venda da gasolina 95 simples em Portugal, no quarto trimestre de 2021, foi superior em cerca de 17 cêntimos por litro (cent/l) face ao valor médio da União Europeia (UE), informou hoje a ERSE.

?No quarto trimestre de 2021, Portugal apresentou um preço médio de venda e um preço médio antes de impostos superiores aos valores médios verificados na UE-27, na ordem dos 17 cent/l e dois cent/l, respetivamente?, informou a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), no Boletim Preços EU-27 de Combustíveis relativo a outubro, novembro e dezembro de 2021.

Naquele trimestre, Portugal situou-se na oitava posição dos países que venderam gasolina 95 simples mais cara na UE, sendo que o preço praticado corresponde a uma diferença de 51 cent/l face ao país com os preços mais baixos (Bulgária) e 27 cent/l face ao país com os preços mais altos (Países Baixos).

Em Espanha, o preço médio de venda foi cerca de 21 cent/l mais baixo do que o preço médio praticado em Portugal.

No entanto, apontou a ERSE, sem o efeito fiscal, o preço médio da gasolina no mercado nacional foi inferior em cerca de três cent/l aos valores praticados em Espanha.

No trimestre em análise, Portugal apresentou uma carga fiscal no preço médio de venda da gasolina na ordem dos 57%, um valor superior à média registada na UE (53%), a Espanha (49%), à Alemanha (54%) e à Bélgica (55%).

?A carga fiscal aplicada nos dois países explicou a prática de preços médios de venda deste combustível no mercado nacional superiores aos preços médios praticados em Espanha?, explicou o regulador da energia.

Já no que diz respeito ao gasóleo simples, naquele período, Portugal apresentou preços médios com impostos superiores em sete cent/l aos valores médios da EU e inferiores em 2 cent/l sem impostos.

Portugal situou-se na décima posição dos países que venderam gasóleo mais caro na UE, com uma diferença de 32 cent/l face ao país com os preços mais baixos (Bulgária) e 35 cent/l face ao país com os preços mais altos (Suécia).

Espanha praticou um preço médio com impostos cerca de 16 cent/l inferior ao preço médio praticado em Portugal, porém, desconsiderando o efeito fiscal, o preço médio nacional deste combustível esteve abaixo dos valores reportados em Espanha, com uma diferença de cerca de 1,3 cent/l.

O preço médio do gasóleo simples em Portugal comportou uma carga fiscal na ordem dos 52%, no trimestre em análise, o que representa um valor superior à média registada na UE-27 (48%), a Espanha (45%), a Grécia (48%), a Alemanha (47%) e aos Países Baixos (50%).

Por fim, no caso do gás de petróleo liquefeito para automóveis (GPL Auto), Portugal também apresentou um preço médio de venda superior ao valor médio verificado na UE, em quatro cent/l, mas registou um preço médio antes de impostos inferior em cinco cent/l, sendo este o valor mais baixo do conjunto de oito países analisados em maior detalhe pela ERSE.

O GPL Auto é o combustível rodoviário que apresenta a menor carga fiscal, tanto na UE (31%) como em Portugal (cerca de 39%) no 4.º trimestre).

?Ao contrário dos restantes combustíveis analisados, o PMV [preço médio de venda] nacional do GPL Auto, com e sem impostos, foi sempre inferior aos valores praticados em Espanha, com diferenças de dois cent/l e 16 cent/l, relativamente aos preços com e sem impostos, respetivamente?, concluiu o regulador.

Os preços médios de venda apresentados são determinados trimestralmente pela ERSE, com base nos preços de venda ao consumidor reportados no boletim da Comissão Europeia que apresenta os preços semanais de venda ao consumidor para a gasolina simples 95, para o gasóleo simples e para o GPL Auto, nos 27 países da UE, sendo o reporte de preços realizado pelas respetivas autoridades nacionais competentes.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 

Mais Notícias

Segue-nos

bla bla

911911978