Duas espécies de golfinho de 20 milhões de anos identificadas na Suíça

Ana Lucas
 18 de maio de 2022

Duas espécies de golfinhos, até agora desconhecidas, nadaram nos oceanos há 20 milhões de anos, incluindo no mar que cobria a Suíça e onde foram agora descobertos centenas de fósseis daquela época, revelou na terça-feira a Universidade de Zurique.

Foram examinados cerca de 300 fósseis de baleias e golfinhos, desenterrados na Suíça e datados daquele período, que permitiu aos investigadores do Instituto de Paleontologia da Universidade de Zurique identificarem duas espécies anteriormente desconhecidas.

Na análise a fragmentos de dentes, vértebras e ossos descobertos nas camadas de sedimentos marinhos, os cientistas procuraram ossos do ouvido interno, raramente encontrados e que ajudam a classificar as espécies.

"Identificamos com sucesso duas famílias de golfinhos anteriormente desconhecidas na Suíça", salientou o paleontólogo Gabriel Aguirre, citado no comunicado da universidade.

Através da microtomografia assistida por computador, uma técnica de imagem 3D, os investigadores conseguiram reconstruir o tecido mole ao redor dos ossos da orelha, criando imagens 3D dos apêndices.

"Isso permitiu-nos analisar melhor as habilidades auditivas dos golfinhos", acrescentou Aguirre.

Na sua investigação, publicada no ‘site’ científico PeerJ, os investigadores explicam que estabeleceram que as espécies extintas que identificaram estão relacionadas a cachalotes e golfinhos que existem atualmente.

 Há 20 milhões de anos, tubarões, peixes, golfinhos e cetáceos prosperaram no mar que cobria a Suíça, cujas margens foram colonizadas por crustáceos, mexilhões e ouriços-do-mar.

Uma grande quantidade de fósseis foi descoberta nas camadas sedimentares, conhecidas como massa marinha superior.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 

Mais Notícias

Segue-nos

bla bla

911911978