Black Eyed Peas, Pitbull e Stone Temple Pilots atuam nos Açores para "celebrar o planeta"

Amy Harris/Invision/Associated Press
 25 de maio de 2022

O "Concert for Earth" (Concerto pela Terra] vai ter lugar na Lagoa das Sete Cidades, nos Açores, a 22 e 23 de julho, e conta com The Black Eyed Peas, Stone Temple Pilots, Bush e Pitbull, além de ter a participação virtual de Sting. O objetivo é "celebrar o planeta de forma positiva".

Num comunicado enviado à agência Lusa, a organização explica que o "Concert for Earth" é um "sonho" do músico Nuno Bettencourt (Extreme) que "levou quase 20 anos a ser concretizado". O músico é também o diretor da produtora Atlantis Entertainment, que promove o evento.

"Durante o 'Concert for Earth', vamos levar a nossa linguagem universal e o poder da música para celebrar os empreendedores de todo o mundo que mudam o jogo, que lideram o caminho com soluções reais e tangíveis para mudar a narrativa atual do clima", afirmou Bettencourt, citado na nota de imprensa. O concerto vai reunir "músicos incríveis e performances de forma sustentável" e "alguns dos principais ativistas mundiais" na área da preservação da natureza.

Tendo como cenário a Lagoa das Sete Cidades, em Ponta Delgada, a iniciativa vai contar com concertos dos americanos The Black Eyed Peas, Stone Temple Pilots, do músico Pitbull e dos ingleses Bush. Durante o evento, que vai ter a apresentação de Nicole Scherzinger, vai decorrer ainda um concerto virtual de Sting.

O "Concert for Earth" quer lançar "uma luz" de "esperança" e "positividade" sobre a conservação do planeta, contrariando a linguagem da "culpa" e da "desgraça". "Todos nós já ouvimos falar sobre a urgência, mas o medo não é a resposta [...] É hora de parar de dizer a todos como vamos morrer, mas, em vez, mostrar como todos vamos viver", acrescentou o músico açoriano Nuno Bettencourt.
 
A organização advoga que o mundo "não precisa de um outro festival de música" mas sim de um "apelo ousado à ação" para garantir a proteção do planeta.
 
O festival vai ter um estudo de impacto ambiental e as emissões de carbono resultantes do evento vão ser monitorizadas.
 
No espetáculo, que tem a parceria do World Wide Fund for Nature (WWF), vai ser divulgado o trabalho de organizações ambientais, como a Blue Azores (um programa de conservação e utilização sustentável do mar dos Açores) ou a The Ocean Cleanup (que desenvolveu uma tecnologia para a limpeza dos oceanos).
 
O festival vai ser transmitido online (com possibilidade de receber doações) e o valor da venda dos bilhetes (25 euros para os dois dias) vai ser doado a associações sem fins lucrativos.
 
O evento, financiando por privados, conta com o apoio logístico do Município de Ponta Delgada, Município da Lagoa, Junta de Freguesia das Sete Cidades e do Governo Regional.
 

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 

Mais Notícias

Segue-nos

bla bla

911911978