Incêndio intenso no sudoeste da Turquia continua

Etienne Laurent | EPA
 23 de junho de 2022

Bombeiros combatem esta quinta-feira, 23, um incêndio no sudoeste da Turquia. Temiam que o cenário de madeira queimada perto do resort de Marmari,  na costa de Aegean, pudessem espalhar o medo como tinha acontecido durante o ano passado quando os incêndios devastaram milhares de hectares nesta região.

O ministro da silvicultura, Vahit Kirisci, disse que estava esperançoso que houvesse desenvolvimentos positivos relativos ao incêndio que aconteceu na madrugada de quinta-feira. Kirisci afirmou que os níveis de humidade eram altos comparativamente com o dia anterior e que havia menos vento o que ajudaria no controlo das chamas. Porém, o Município de Mugla disse que era esperado que o vento abrandasse no início da tarde e que até agora tinham sido destruídos mais de 2 mil hectares. 

Segundo a agência Reuters,  45 helicópteros e 12 aviões estavam a ser usados para controlar as chamas. O ministro disse que "274 pessoas foram levadas do local como precaução e que 2.600 pessoas estavam a tentar controlar o fogo."

As causas do fogo, que começou per volta das oito da noite na terça-feira, ainda não são conhecidas.

Cientistas dizem que as alterações climáticas provocadas pela ação humana estão a dar origem a mais ondas de calor e cada vez mais severas. 

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978