Ouve a Cidade FM, faz o download da tua App.

Aeroporto: António Costa recusa falar "sobre questões nacionais fora do país"

José Sena Goulão/LUSA
 30 de junho de 2022

O primeiro-ministro recusou dar mais esclarecimentos sobre a solução aeroportuária anunciada na quarta-feira dizendo que não fala "sobre questões nacionais fora do país".

O chefe de governo afirmou que o teor do comunicado do seu gabinete "expressa exatamente" a sua posição sobre a matéria e confirmou que conversou com o ministro das Infraestruturas antes dele fazer o anúncio sobre o novo aeroporto em Alcochete. Sobre falar no estrangeiro sobre questões nacionais, António Costa disse que “não há regra sem exceção, mas desta vez não há exceção à regra".

António Costa está em Madrid, a participar na Cimeira da NATO. Os jornalistas insistiram várias vezes, mas o primeiro-ministro remeteu sempre um comentário para quando chegar a Lisboa, esta tarde. 

Entretanto, em Portugal, as reações dos partidos não demoraram a surgir com Rui Rio,  que deixa a liderança do PSD este fim de semana, a descrever a situação como uma "confusão geral" e dizendo que o caso só se resolve com a demissão de Pedro Nuno Santos.

Já a Iniciativa Liberal (IL) disse que "isto parece uma história digna de uma República das Bananas". João Cotrim de Figueiredo, da IL, confessou uma “total estupefação".

Numa reação captada pela CNN Portugal, Inês Sousa Real, líder do PAN disse que o primeiro-ministro "evitou o que seria uma má decisão do Governo".

O Bloco de Esquerda, na voz de Pedro Filipe Soares, considerou a situação como “um caos político incompreensível nos primeiros meses de uma maioria absoluta” e adiantou que “afinal a maioria absoluta do PS é o pântano político deste país”, exigindo explicações do primeiro-ministro.

Rui Tavares, do Livre, pede ao Governo que "decida se quer governar ou fazer oposição a si mesmo".

Na quarta-feira à tarde, o governo anunciou uma nova proposta para o futuro aeroporto na região de Lisboa que inclui a construção de uma estrutura de apoio no Montijo, a estar concluída em 2026 e a substituição do aeroporto Humberto Delgado por um novo aeroporto em Alcochete, em 2035. Menos de 24 horas depois, Costa determinou a revogação do despacho publicado pelo Ministério das Infraestruturas e da Habitação, liderado por Pedro Nuno Santos.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978