Ouve a Cidade, faz o download da App.
Pixabay

Whatsapp poderá ser pago a partir de 2023

Versão gratuita da aplicação está em estudo, mas deverá ter várias limitações.

O Whatsapp já faz parte da vida de milhões de pessoas, em todo o mundo, e serve para todo o tipo de conversas das mais profissionais às mais pessoas.

A aplicação, ao início, era paga, mas tornou-se totalmente gratuita antes de ser comprada pela Meta (empresa dona do Facebook e Instagram).

A compra deu-se em 2014 e na altura custou mais de 21 mil milhões de euros, algo que a Meta pretende reaver ao longo dos próximos anos.

Este ano, em junho, Mark Zuckeberg, o líder da empresa, em entrevista, referiu que está a ser estudado um modelo de negócio para o Whatsapp e que deverá passar, numa primeira fase, pelo Whatsapp Business, que é focada em quem tem pequenos negócios.

Depois disso, esperam-se mudanças no Whatsapp a que a maior parte está habituado e que podem passar pela criação de um serviço premium e pago mensalmente, com acesso a funcionalidades exclusivas desse serviço.

A versão não paga da app passará assim a contar com limitações, como o acesso a grupos ou o arquivo das conversas que são tidas por lá.

Até estas possíveis mudanças entrarem em vigor, o foco do Whatsapp vai continuar a ser a publicidade apresentada a quem usa a aplicação.

Ruben Mateus

Mais Notícias