Ouve a Cidade, faz o download da App.
EPA/Behrouz MEHRI

Sociedade japonesa em risco de colapso devido à baixa natalidade

Primeiro-Ministro do Japão está preocupado com o futuro do país.

A baixa natalidade não significa um futuro com menos jovens, mas também um futuro de dificuldades para quem é mais velho.

No Japão, o Primeiro-Ministro, Fumio Kishida afirmou que a sociedade do país está “em risco de deixar de funcionar” caso o número de nascimentos não cresça ao longo dos próximos anos.

O país asiático tem 125 milhões de habitantes, mas tem assistido a um decréscimo de bebés, tendo no ano passado 800 mil nascimentos, o que compara com os dois milhões de nascimentos a que se assistia na década de 70.

A esperança média de vida no Japão tem vindo a crescer, com várias pessoas a chegarem e a ultrapassarem a barreira dos 100 anos e isto com cada vez menos mão de obra capaz de sustentar os apoios sociais aos mais idosos.

Até ao final deste século, estimativas oficiais apontam para um Japão com menos de 80 milhões de habitantes.

Ruben Mateus

Mais Notícias