Tribunal escocês considera ilegal suspensão do Parlamento britânico

EPA
 11 de setembro de 2019

Um tribunal escocês considerou hoje ilegal a decisão do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de suspender o Parlamento do Reino Unido, mas não ordenou a revogação da suspensão.

Os juízes disseram que o Tribunal Supremo britânico deve tomar a decisão final.

Um grupo de parlamentares está a contestar a decisão do Governo de suspender o Parlamento por cinco semanas, até 14 de outubro, pouco mais de duas semanas antes da saída da Grã-Bretanha da União Europeia.

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 
Segue-nos

bla bla

911911978