Apoios para compra de trotinetas ou skates e para condomínios terem carregadores de carros elétricos

PIXABAY
 23 de março de 2022

O Governo anunciou, esta quarta-feira 23 de março 2022, que estão disponíveis 10 milhões de euros, através do Fundo Ambiental para a aquisição de veículos elétricos e para os de mobilidade suave, como trotinetas, skates ou mesmo patins.

O Fundo Ambiental foi criado pelo ministério do Ambiente e da Ação Climática que refere em comunicado que este montante agora disponível, de 10 milhões de euros, "representa mais do dobro das edições anteriores - em 2021 começou com quatro milhões, tendo havido um reforço de 500 mil euros no final do ano". 

Com o objetivo de continuar a "incluir todas as formas de mobilidade suave foram consideradas novas tipologias" de veículos nos apoios financeiros agora anunciados. 

"Motociclos, ciclomotores, triciclos, quadriciclos e outros dispositivos elétricos de mobilidade pessoal (DEMOP). Trata-se de um projeto-piloto no qual se incluem todos os veículos de mobilidade elétrica que não tenham enquadramento nas demais categoriais, os denominados DEMOP (trotinetas, patins, skates, hoverboards, monowheel). Para esta tipologia estão alocados 525 mil euros, o que corresponde previsivelmente a 1.050 incentivos", adianta o Governo. 

Além desta nova tipologia de veículos, os condomínios também vão passar a poder candidatar-se a verbas do Fundo Ambiental para comprarem e instalarem carregadores para carros elétricos. 

No comunicado enviado às redações pode ler-se que "as candidaturas podem ser efetuadas por moradores em edifícios em propriedade horizontal de três formas distintas: morador individual em condomínio; grupos de condóminos e administrações de condomínio".

Neste caso, o apoio a conceder para a aquisição de carregador com ligação à rede "Mobi.E" é de 80% por lugar de estacionamento, com o limite máximo de 800 euros por lugar, aos quais podem acrescentar-se 80% para instalação elétrica (com um máximo de mil euros por lugar). Este apoio permite ainda a oferta de ligação à rede Mobi.E, durante dois anos, de forma a separar a contagem de eletricidade para carregamento de veículos da restante contagem das áreas comuns do edifício em causa. 

O apoio destinado aos condomínios tem 500 mil euros disponíveis, podendo dar acesso a 277 apoios no total. 

AUMENTO DE VERBAS PARA AQUISIÇÃO DE OUTROS VEÍCULOS QUE JÁ ERAM FINANCIADOS - CARROS ELÉTRICOS E BICICLETAS

Entretanto, aumentou o apoio que já existia para quem pretende comprar um veículo elétrico de passageiros. Passou de três para quatro mil euros o financiamento dado pelo Governo, mantendo-se o limite de um incentivo por candidato e exclusivo para pessoas singulares, tal como em 2021. Para os veículos ligeiros de mercadorias 100% elétricos, o valor do apoio mantém-se nos seis mil euros por viatura.

O mesmo acontece agora no caso da compra de bicicletas que passam a contar com mais apoio financeiro. O ministério do Ambiente refere, no despacho que já está publicado, que as bicicletas de carga, com ou sem assistência elétrica, têm o apoio revisto em alta. "Traduz-se agora em 50% do valor de aquisição do veículo, até ao máximo de 1.500 euros, no caso de bicicletas de carga com assistência elétrica, ou de mil euros, no caso de bicicletas de carga sem assistência elétrica."

"As bicicletas elétricas de uso citadino passam a contar com um apoio de 500 euros, o que representa um aumento de 150 euros face a 2021, aumentando igualmente o montante disponível para esta categoria, que poderá alcançar, no mínimo, 4.550 apoios. Nas bicicletas convencionais mantém-se o apoio de 100 euros, mas subiu o valor total disponível para esta tipologia, podendo chegar às 1.500 unidades/beneficiários."

 

AUTOR

Caso tenha alguma correção ou comentário a fazer:
 

Mais Notícias

Segue-nos

bla bla

911911978